Director photo.jpg

CONTAto

  • Black Vimeo Icon
  • Instagram

Luisa Mello (Brasileira e Portuguesa, 1989) é realizadora e reside em Lisboa. Em 2019, completou o mestrado Documentary Filmmaking, pelo DocNomads International Joint Master (Portugal, Hungria e Bélgica). Ela tem graduação em Cinema e pós graduação em Arte e Filosofia pela PUC-Rio (Brasil); cursou Realização de Documentário na Escola Internacional de Cinema e TV – EICTV (Cuba); e disciplinas de cinema e arte na Universidade de Grenoble (França).

 

Atualmente, atua como diretora, diretora de fotografia e editora na área do cinema e audiovisual. Os seus filmes foram premiados e exibidos em diversos festivais, como o International Film Festival Rotterdam - IFFR, Bogoshorts, Vienna Shorts, Festival do Rio, e exibidos na televisão brasileira (Canal Brasil e Canal Curta). Como diretora de fotografia, trabalhou em filmes exibidos na Netflix, MUBI e festivais como IndieLisboa, Ji.Hlava, DOCfeed.

Luisa trabalhou na pesquisa de dois longa-metragens: “Noites em Branco” (2020, em desenvolvimento), do realizador Tiago Hespanha e “Filipinas” (2021/2022, em desenvolvimento) da realizadora Leonor Noivo, ambos pela produtora Terratreme Filmes, apoiados pelo ICA.

Na área da educação, ela foi coordenadora e professora do curso “Arquivo Especial de Uma Vida Normal” (2020/2021), uma formação em cinema documental, promovido pela Companhia Caótica e pela Câmara Municipal da Moita, Portugal. Além disso, deu workshops de cinema para alunos de escolas secundárias na região do Alentejo, no projecto “Como se viu e como se vê”, promovido pela produtora Sem Termo (Portugal, 2021).

Luisa integra o coletivo Cinecaravan, um projeto de cinema itinerante que oferece sessões de cinema gratuitas e oficinas de realização de documentários em aldeias pela Europa - em 2022 fez parte da 4ª edição que decorreu no Norte de Portugal e na Galiza. Em 2021-2022 trabalhou no projeto "Visto Permanente" (financiado pela DGARTES) como realizadora, diretora de fotografia e editora numa produção coletiva de vídeos retratando o trabalho de artistas imigrantes em Lisboa.

Como formação complementar, Luisa realizou o curso Direção de Fotografia Avançado com Lúcio Kodato na AIC - Academia Internacional de Cinema, São Paulo, 2014; Curso de documentário com Eduardo Escorel pela PUC-Rio, Rio de Janeiro, 2010; Workshop de Direção com Eduardo Coutinho, pelo Festival Curta Cinema, Rio de Janeiro, 2008; Laboratório com o diretor José Guerín, Instituto Moreira Salles, Rio de janeiro, 2014; curso de Cinema de Arquivo do REcine no Arquivo Nacional, Rio de Janeiro, 2014; Oficina de documentário com a diretora Sandra Kogut no Polo de Pensamento Contemporâneo, Rio de Janeiro, 2015; Curso de Documentário na Academia Internacional de Cinema, Rio de Janeiro, 2015.

Ao longo dos anos, Luisa Mello decidiu se concentrar no cinema documentário autoral. Com interesse em arte, história e filosofia, ela está sempre pesquisando e explorando diferentes realidades para contar histórias de uma maneira inovadora. Sua abordagem cinematográfica combina um cinema observacional com elementos ficcionais, geralmente com um estilo poético.